quarta-feira, 30 de novembro de 2011

O Vídeo da Final

Estava na escola quando me deram a notícia. Já estava a passar nos HP´s o vídeo da final do Peso Vital! Que vergonha... ainda por cima com treino hoje...

domingo, 27 de novembro de 2011

Convenção Fitness

Estou de regresso! Fui a Aveiro à Convenção Internacional de Fitness!! Foi fantástico! Dois dias de muito exercício físico, conhecer as novas músicas e novas coreografias, muito cansaço claro mas um ambiente brutal. Centenas de pessoas movidas pelo gosto pelo fitness e pelo exercício físico, juntas num espaço, com um objectivo. Praticar exercício.

Não imaginava que se fizessem eventos destes em Portugal. Adorei aquele ambiente. Se bem que alguns dos PT´s do HP que também foram, terem referido que em outros anos já tinha sido melhor.

Fiz RPM, Body Pump, Body Step, Body Balance, Body Combat e Body Attack. Estou super cansada até porque houve jantar de grupo e saída à noite, que se prolongou e acabei por dormir apenas uma hora. Aqui há uns meses atrás dizia que já não tinha pica para isto, mas depois das aulas, andar a noite inteira de um lado para o outro, dançar, etc... já nunca mais repito que não tenho pica... 

Claro que agora em casa é só mesmo banhinho, descanso e caminha... mas não consegui evitar de vir aqui mostrar como estou contente em ter participado nisto.

Ainda por cima havia uma feira de material desportivo e equipamentos de treino... quase me deu vontade de me perder... mas contive-me. Foram só umas coisitas que estavam baratinhas da Susana Gateira, e um conjunto corsários e top lindoooooos de morrer... e era tamanho único e ficou à minha medida :)
RPM

Body Pump

Body Pump

Body Balance

Body Combat

Body Attack

O Grupo

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Efeitos da greve

Hoje foi um dia de neura. Por causa da greve, os transportes andavam loucos, logo não pude ir ao ginásio. Para a escola fui a pé... isso até que não me custou, já me habituei a fazer todos os dias o trajecto para lá a pé por isso nada de novo. Mas saber que não ia ao ginásio deixou-me stressada. Habituei-me à minha dose diária de exercício e não o fazer causa-me nervoso miudinho. Vim para casa e dei comigo a pensar que se conseguir juntar uns euros depois de Maio (quando acabo o Peso Vital e fico liberta da mensalidade do HP), ir tentar o outro desafio que ainda não consegui.

Nunca falei disso aqui...para ser sincera até tenho alguma vergonha em falar disto. Mas depois de ter mudado tanto a nível físico e também psicológico, tenho pensado que se calhar chegou a altura de ultrapassar este trauma, pancada ou seja lá o que isto é... 

Ora bem, vamos lá tentar deitar isto cá para fora. Nunca consegui tirar a carta de condução. Por duas vezes me inscrevi, por duas vezes fiz o código, mas nunca consegui fazer a condução, logo, nunca cheguei ao exame... da primeira vez ao fim de 10 aulas de condução desisti. Da segunda, tive quase as aulas todas... mas conduzir era uma verdadeira tortura (isso é que era a minha tortura, mesmo...). Saía das aulas de condução cheia de dores nos braços e nas pernas, tal era a tensão que fazia. As mãos suavam, as pernas tremiam, eu quase ficava em pânico. O porquê nunca percebi. O instrutor ainda me perguntou se alguma vez tinha tido algum acidente que pudesse justificar esse medo irracional, mas nunca tive nada que o justificasse.

No entanto, nos últimos tempos tenho pensado muito nisso. É algo que eu tinha arrumado na minha cabeça e aceite o facto de não a ter. Sempre consegui viver assim. Mas...e se eu conseguisse agora enfrentar isso e tentar? Seria mais uma vitória para mim...mais um prémio na minha vida. Tenho a noção que será vencer um dos meus maiores medos, milhares de vezes pior do que aquilo que tenho vivido para conseguir chegar até aqui no que diz respeito ao meu corpo. Mas... há aqui um grilo falante que teima em dizer: "Tu consegues, tenta!"

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Treino de Abdominais

Adoro estes treinos mas fico completamente sem reação... até tenho alguma dificuldade em pensar como descreve-los. Fiz abdominais, flexões, agachamentos e sei lá mais o quê. Mas cada vez me sinto melhor com estes treinos. Sinto-me evoluir, vejo mudanças no corpo, e adoro a sensação de desafio que estes treinos me dão. Parece que por muito que vá fazendo, há sempre mais para evoluir. Foi a melhor coisa que podia ter feito. Deu uma volta na minha maneira de encarar os treinos, deu um abanão no meu corpo, e fez-me criar novos objectivos.

Já nem penso muito no peso. Sei que possivelmente com este tipo de treino devo ter aumentado um pouco, porque estou a investir muito na tonificação muscular. Mas como vou fazendo também a parte de cárdio com o RPM e com a passadeira e a elíptica, vou equilibrando.

E no próximo fim de semana vai ser a Convenção de Fitness!! Bem vou chegar a 2ªfeira de rastos...mas vai ser brutal! Depois conto tudo :)

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Dicas de exercício físico e alimentação saudável

Como já tenho referido, não consigo fazer apenas exercício sem perceber o que faço e porque o faço. E tenho aprendido muita coisa nestes últimos meses. Entender como atua o exercício no nosso corpo, é muito importante, porque nos ajuda a perceber como funcionamos e nos motiva a ir evoluindo. Além disso, gosto sempre de ter algumas dicas acerca de alimentação (nunca são demais...).
Hoje resolvi partilhar o blog do meu PT. Tenho-o consultado frequentemente porque considero que tem algumas dicas e curiosidades muito interessantes, não só sobre exercício físico, mas também sobre alimentação saudável.
Consultem e divulguem... e alguma dúvida, perguntem a ele ou eventualmente a mim... se eu não souber como ajudar, faço-lhe chegar as vossas questões.

http://firstfitnessworkout.wordpress.com/

sábado, 19 de novembro de 2011

Eu e os outros

Às vezes, pequenas coisas fazem-me pensar na pessoa que eu era há 7 meses e na pessoa que sou hoje. Isto porque, por vezes, acho que as pessoas à minha volta me começaram a tratar de forma diferente porque o meu corpo mudou. É errado! Não foram as pessoas que mudaram, eu é que mudei!

Durante anos tive vergonha da pessoa que era. Não gostava de mim. Não tinha qualquer tipo de cuidado comigo. Não me dava ao mundo. Criei uma "Firewall" à minha volta, por vergonha, por medo de ser rejeitada, por sei lá mais o quê... E achava que o mundo ou estava contra mim...ou pura e simplesmente eu não era ninguém no mundo.

Aos poucos e à medida que fui perdendo peso fui começando a aprender a gostar de mim. A ter algum cuidado comigo. Comecei a ter auto-estima. E comecei a reparar que, por eu me sentir mais confiante, mais segura, as pessoas à minha volta me tratavam de forma diferente. Aos poucos, sinto a tal "Firewall" a desvanecer-se...

Alguns alunos já me tinham dito isso... de uma forma simples e própria de adolescentes disseram que eu agora estou mais feliz. As colegas que conviveram comigo nos últimos tempos dizem que tenho um brilho diferente no olhar, que tenho uma postura diferente, que tenho uma abordagem mais confiante. E depois eu própria sinto que as pessoas se aproximam mais de mim... ou talvez eu agora já as deixe aproximar...

Um exemplo simples: ontem houve um evento no HP em que fizeram uma Master Class com várias modalidades e um jantar no final. Já nem sequer vou dizer que antes não iria a estas coisas ... Antes participaria mas ficaria no meu cantinho, ou então no final saíria para o balneário e arrumava as minhas coisas e vinha para casa. Ontem fiquei lá, jantei, conversei com o pessoal, tirei fotos, dancei, saltei e senti-me viva!! 

Hoje de manhã houve também outro momento que me deixou orgulhosa daquilo que tenho vindo a mudar a nível psicológico e social. No final da aula de RPM, o senhor que estava na bike ao meu lado, com quem eu nunca tinha falado, abordou-me e deu-me os parabéns pelo meu percurso. Eu agradeci... e ele disse-me que tinha ficado a saber que eu tinha ganho o Peso Vital porque no HP de Alvalade estava anunciado! Disse-me que me tem visto nas aulas de RPM de há uns meses para cá e que tem reparado que eu tenho evoluído muito, não apenas a nível da perda de peso mas a nível do desempenho da aula! O curioso é que antes eu teria ficado sem saber o que havia de dizer... Mas desta vez senti-me mais confiante, e fiquei um pouco na conversa. Ele disse-me que já tinha tido 130Kg e estava agora com 98kg por isso percebia perfeitamente tudo o que eu tinha feito. As mudanças no corpo, o vício pelo exercício, o não conseguir passar sem o ginásio, etc... Eu contei que agora já não estou a trabalhar tanto para a perda de peso mas que comecei a treinar para tonificar a massa muscular, e que, até poderia ganhar um ou dois kilos nesse processo. E curiosamente, ele avisou-me para não ficar preocupada com esse aumento de peso, e contou-me que, quando foi com ele se sentia quase que como "preso" aos valores da balança. Tal qual como eu ainda sinto!!

Podem parecer pequenas coisas é certo, mas têm-me mostrado que eu estou mudada. E fico surpreendida comigo mesma. Tal como quando pessoas que não têm grande confiança comigo e só me conhecem de vista do ginásio, me cumprimentam e comentam como estou diferente. E tal como a mãe de uma aluna que me aborda à porta da escola e diz que a minha força de vontade para mudar de vida é um exemplo para a filha! Isto deixa-me sem palavras! Eu só cuidei de mim... sim eu sei que sempre o devia ter feito... mas ver que há pessoas que repararam que ao longo destes meses eu mudei não apenas a nível físico, e me felicitam por isso, é mais um prémio para mim.

Tal como é um prémio haver uma miúda de 17 anos no Peso Vital, que diz que se aproximou de mim, porque sente que eu sou uma pessoa positiva, e isso é meio caminho para ela querer avançar e entregar-se à luta dela! Fico emocionada quando ouço isto...  (Carina, força miúda, no que puder ajudar conta comigo!)

Tenho alguma dificuldade em passar para escrita estas coisas, são emotivas demais. Dou comigo a ler e reler, de lágrima no canto do olho, mas muito feliz. Por tudo o que tenho conseguido. E é por estas pequenas coisas que eu digo que NUNCA mais vou querer voltar ao que era. E nunca me vou deixar de sentir agradecida por todos os que me rodearam e me apoiaram nestes últimos meses...

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Mudanças

Uma das coisas que inevitavelmente mudou foi a roupa. Fiquei literalmente sem roupa que me servisse. O inverno chegou e as roupas do ano passado estavam enormes! Para quem usava calças 48 e passou a usar o 38/40 imaginem só como me ficam as calças do ano passado...
Conclusão: tive de renovar TODO o guarda roupa! Até aí tudo bem, se não estivessemos a atravessar a já famosa crise... ou seja, isto tem ido aos poucos, mas já consegui ultrapassar duas barreiras. A primeira foram umas botas de cano alto. Durante anos desejei ter umas para usar por fora das calças. Mas nunca as comprei - não as conseguia apertar até cima e mesmo que fossem mais largas, as calças que usava antes nunca eram justas na parte inferior da perna... Mas, finalmente tenho umas!! Lindas!!! Nem imaginam a minha cara de felicidade na loja a experimentá-las; parecia uma miúda!
Outra barreira ultrapassada foi... um vestido! Já não usava um vestido pelo menos há uns 30 anos! Nem queria acreditar quando o experimentei na loja e adorei ver-me com ele... Tive logo vontade de trazer uns quantos...mas tive de me conter. Aliás conter-me nas roupas está a revelar-se complicado... pela primeira vez consigo vestir roupa que nunca pensei usar... pareço uma adolescente cada vez que vou a uma loja!
Engraçado mesmo é quando preciso de pedir uma peça à empregada na loja e ela me pergunta que número visto. Ficam sempre a olhar para mim como se eu fosse doida quando digo que não sei qual é o meu tamanho de roupa. E depois quando sugerem um tamanho, olho desconfiada para elas, porque acho sempre que é demasiado pequeno... claro que não me vou pôr a contar a história da minha vida (se bem que, aqui entre nós até não me importava... lol).


terça-feira, 15 de novembro de 2011

Ontem à noite no Clube

Já de manhã, quando fui treinar algumas pessoas me tinham dado os parabéns por ter ganho o Peso Vital. Mas à noite, teve um gostinho especial... Desde os recepcionistas, os comerciais, treinadores, o director e até sócios vieram ter comigo felicitar-me por ter conseguido o primeiro lugar.

Estava na fila da senha de RPM e ouço pelo microfone anunciarem o meu nome... bem fiquei tão envergonhada... vieram todos para a recepção bater palmas! Toda a gente a olhar para mim... não sabia o que fazer. E diz uma sócia atrás de mim na fila... prepara-te, porque na aula de RPM vai ser a mesma coisa.

E foi... o Tiago fez questão de anunciar para todos quem eu era, que tinha ganho a nível nacional, quanto tinha perdido, etc... no final da aula mais uma vez as pessoas bateram palmas. Fico sempre sem jeito porque não sei como hei-de reagir...

Claro que fico super feliz. Mas parece que toda a gente me conhece agora. Até na casa de banho me vieram dar os parabéns!!

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

(Re)Começando os treinos semanais

Ainda não eram 8h e já eu estava no ginásio. Já estava a precisar de um treino destes. Dar o limite... sentir-me ir até ao ponto em que os músculos ficam a tremer. Foi de tal forma que no fim não conseguia assinar a folha do PT.
Gosto mesmo deste tipo de treino. É fantástico!! Poder fazer isto e à noite ir fazer uma ou duas aulas(quando consigo ter horário), é o ideal.
Ontem experimentei o Power Jump. Bem, não foi daquelas aulas que me apaixonou, mas se calhar foi porque, como não conheço a dinâmica e ainda me sinto insegura no trampolim, não consegui acompanhar. Quando apanhava o passo...já ia para o seguinte. Tenho que experimentar outra vez.

Já me inscrevi na Convenção de Fitness, em Aveiro. Estou super animada, curiosa com o que vou encontrar. Sei que vai ser um fim de semana para ficar de rastos... mas não me importo!!! Já descansei demais na vida, agora preciso é de me sentir viva!!!

domingo, 13 de novembro de 2011

O meu dia

Foi definitivamente o meu dia! Cheio de emoções, cheio de alegrias, para ser sincera ainda me sinto a digerir tudo o que aconteceu ontem.
Confesso que me sentia nervosa. No dia anterior, o coordenador disse-me que não poderia estar presente na Gala Final do Peso Vital, sabia que duas das treinadoras do PV tinham dito que iriam e o Tiago também disse que passaria por lá para me dar uma força. Bem lá no fundo tinha esperança que poderia conseguir um lugar nos 3 primeiros, pois sabia que tinha perdido 35,6% do meu peso, que era uma boa marca e não deveria haver muita gente, dos 19 clubes participantes a conseguir... mas não estava a espera de ganhar.
De manhã fui treinar, se tivesse ficado em casa acho que teria ficado ainda mais nervosa. Assim fiz as duas aulas de RPM, que me deixaram calma e sem pensar em mais nada. Almocei com uma colega do clube e seguimos para Miraflores. 
Aí sim comecei a sentir-me nervosa! Havia alguns treinadores que já me conheciam pelo menos de nome e vieram cumprimentar-me. As pessoas começaram a chegar, alguns participantes do Peso Vital de outros clubes que já contactávamos na Comunidade no Facebook, etc... Foi engraçado porque já falavámos há tantos meses e no entanto nunca nos tínhamos encontrado todos. No entanto, parecia que nos conhecíamos todos. Aí notei uma diferença brutal na minha maneira de estar... há uns meses estaria no meu cantinho a observar só falando com quem me dissesse alguma coisa. Ali senti-me diferente; mais aberta, mais confiante, sem me querer esconder.
A Gala começou e sentia-me ansiosa; estava cheia de calor; no momento em que começam a passar os vencedores dos clubes com fotos do antes e do depois fiquei gelada. Aquela foto de há 8 meses atrás era assustadora e estava prestes a ser mostrada ali a toda a gente. Ainda por cima, fizeram a apresentação dos clubes por ordem alfabética e o Tejo foi o último. Já todos os participantes estavam à frente e eu fui a última a ir. Mas quando anunciaram o meu nome, o meu peso perdido, e eu me dirigi para a frente das pessoas, deu-me a sensação de ouvir muita gente a bater palmas... 
Antes de anunciarem os 3 vencedores nacionais falaram do meu blog e do blog da Ana Marques da Quinta da Fonte, como testemunhos de todo o processo. Fiquei orgulhosa pois quando resolvi fazê-lo era mais para eu ir ficando com a minha história, e saber que tem vindo a servir de inspiração para outras pessoas, é uma motivação para continuar a escrever todos os passos, todas as dificuldades, todas as alegrias, que dia após dia vou sentindo neste processo.
E começaram a anunciar os 3 vencedores. Não sabia para onde havia de olhar. Se para as pessoas à minha frente, se para o écran ao meu lado... 
3º lugar: 32% de peso perdido! Gelei! Olhei para a Carina, a Marta, o Tiago... eles falavam uns com os outros e olhavam para mim com um ar incrédulo! Eu estava no 1º ou no 2º lugar!!!
2ºlugar: 33% de peso perdido!! Olhei para o pessoal do Tejo que estavam todos parados a olhar para o écran...
1ºlugar: EU!!!! Não sei que reacção tive. Só me lembro de ouvir as pessoas a baterem palmas, a aplaudirem, ... dão-me um certificado... eu sei que disse qualquer coisa, agradeci a todos, agradeci ao Tiago... e daí para a frente só tremia...
Senti-me no centro do Mundo! As atenções centradas em mim... fotos, beijinhos, entrevista, pedido de contactos para comunicação social... lembro-me da Susana do Peso Pesado, numa das fotos que tirámos me dizer que eu estava a tremer...
O Tiago veio ter comigo e deu-me aquele abraço. Esforcei-me por não me desmanchar a chorar... ele também parecia emocionado e foi-se embora logo a seguir.
Acho que nunca na vida me tinha sentido o centro das atenções! Pessoas que eu nunca tinha visto vieram dar-me os parabéns, dar um beijinho, dizer que eu estava ótima e elogiar o meu percurso.
Como disse desde o início, nunca foi o meu objectivo ganhar um concurso...investi na mudança de hábitos de vida, no exercício físico e na conquista da minha auto-estima. E consegui isso tudo. Daqui para frente, vou continuar. Adoro treinar, adquiri hábitos de alimentação saudável e sinto-me bem... O Holmes Place vai ver-me por lá por muitos anos :)


video

sábado, 12 de novembro de 2011

A Final do Peso Vital, os nervinhos e a comida

Hoje vai ser a final do passatempo Peso Vital. Preferia não estar nervosa mas inevitavelmente sinto-me acelerada e com os nervinhos à flor da pele. A sensação de que me vão olhar, comentar, etc... deixa-me com uma mistura de emoções que não consigo gerir. Por um lado estou orgulhosa de mim própria e esse é o meu maior prémio; por outro sentir-me observada deixa-me ainda desconfortável, até porque vai haver fotos do antes e do depois,... 
Nem sequer estou assim pelo prémio, acreditem. Nunca me meti nisto pelo prémio. Lutei comigo mesma, enfrentei os meus medos, ultrapassei as minhas dificuldades e encontrei um novo estilo de vida, uma alegria que já não sentia e uma auto-estima que acho que nunca tinha tido. Por isso este pormenor apenas me deixa ansiosa por me sentir mais exposta. 
A consequência é que estes nervinhos dão-me fome! Estou aqui com uma vontade de prevaricar que nem imaginam! O que vale é que vou passar a manhã no ginásio a fazer as aulas de RPM senão estava feita. 
Bem... depois conto as novidades!

Já contei que me resolvi e que vou à Convenção de Fitness? Pois... mais uma coisinha nova na minha vida :)

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Um miminho para mim mesma

É dia de São Martinho e eu ADORO castanhas!!! 
Por isso e porque um dia não são dias vou-me deleitar com uma dúzia delas bem quentinhas!! 
São 210kcal...mas eu mereço!

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Receita para as neuras

Ontem fui pesada pelo PT do Peso Vital. Tinha mais 500gr. Fiquei uma pilha de nervos. Nem disse nada a ninguém. O Tiago já me tinha dito na semana passada que o treino que me estava a dar para trabalhar a massa muscular me ia aumentar um pouco o peso. Mas para quem passou por este processo ver a balança a aumentar é frustrante. Sei que tenho feito tudo direitinho em termos de alimentação por isso sei que não seria por aí.
Hoje cheguei para ter treino de TRX e fui aquecer na elíptica. Ao fim de 10 minutos e como não tinha visto ainda o Tiago saí. Aparece-me ele a perguntar onde é que eu ia porque ainda não tinha acabado o aquecimento (raio do rapaz está em todo o lado...). Disse-lhe que não estava bem. Que tinha ido à pesagem e que tinha mais 500gr. 
Resposta: "Eu bem te disse!!! Qual é o problema? Só mostra que estamos a ter resultados!"
Por muito que eu argumentasse, ele rebateu sempre com respostas lógicas... desarmou-me. E avisou-me logo que o treino ia ser duro para eu livrar-me da neura. No TRX hoje senti-me mais fraca...já fiz treinos que correram melhor. No fim, mandou-me fazer 40 minutos de elíptica, 45 de passadeira, intervalando velocidade 10 com 8. E se tivesse tempo que fizesse o RPM e que me deixasse de tretas.
E avisou logo que nos próximos tempos não ia haver balança para eu não ter stresses. 
Lá fiz o cardio... a seguir o RPM e ainda o Body Pump. Foi o melhor que podia ter feito! Ficou lá a neura, misturada com o suor... vim para casa de cabeça descansada...

Estarei viciada mesmo???

Já por diversas vezes me disseram que estou viciada em treinar. Não me importo. Acho que estou mesmo. Não me sinto obcecada mas adoro fazer exercício e lá pelo clube já todos perceberam isso.

Ontem, enquanto esperava a aula de RPM, e estava no bar a praticar Body Talk (modalidade em que pomos a conversa em dia... também é preciso) com uma das PT´s do Peso Vital sobre uma das minhas fobias preferidas, que será o meu próximo desafio (isso é uma outra história...), sentou-se connosco um dos PT´s do clube e perguntou-me se ia a Aveiro. Senti-me fora do contexto... Aveiro??? A que propósito???

Ele explica-me que nos próximos dias 26 e 27 de Novembro vai haver em Aveiro, a Convenção Internacional do Fitness, e diz-me que eu devia adorar ir. Desmanchei-me a rir... eu, que há seis meses atrás pesava 102kg, e o exercício físico que fazia resumia-se a levantar e sentar no sofá; eu, que achava que estava velha para me meter em novas coisas; eu, que odiava a minha figura; eu... numa convenção de fitness?!?!?

Perguntei-lhe mais pormenores. Ele lá me deu umas ideias do que ia acontecer, disse-me para ir ver no site, mas que tinha a certeza que eu iria adorar.

Pronto... lá ando eu com mais um bichinho na cabeça.... Mas deve de ser fantástico. A julgar pelas informações que vi na net, pelos videos... se tivesse companhia ainda me tentava... a ver vamos.




terça-feira, 8 de novembro de 2011

Treino em hipertrofia

Nos últimos dois treinos estive a treinar em hipertrofia. Descodificando (vamos ver se estudei a lição...) comecei a fazer um treino mais centrado na força, com o objectivo de tonificar e ganhar massa muscular. O Tiago avisou-me para não me preocupar agora com a perda de peso, uma vez que ao estimular a produção de massa muscular, poderei até ganhar algum peso, uma vez que a massa muscular pesa mais que a gordura. Tudo bem, até já não me sinto tão presa à balança como aqui há uns tempos atrás, e como estou a gostar de ir vendo as pequenas alterações na forma do meu corpo, estou receptiva a novas formas de treino.

São treinos duros. Sinto que ele me leva ao limite das forças e eu gosto. É curioso que este tipo de treino não me deixa a suar como o que fazia antes, mas deixa-me com dores em zonas muito especificas. Anteriormente sentia as dores musculares generalizadas, agora parece que os músculos vão trabalhando de forma mais isolada e sinto as dores musculares em músculos pontuais. Além de que me sinto bastante mais cansada. Não é aquele cansaço comum que temos depois de uma aula de RPM, p.ex...é um cansaço que nos deixa sem acção, que me faz cair na cama e desligar completamente. Antes andava super acelerada, até durante a noite me sentia acelerada; agora sinto-me em modo "Peace and Love".

Entretanto vou continuando a fazer as aulas para ir tendo o treino do cardio, também. Continuo a ir ao ginásio duas vezes por dia. E sinto-me cada vez mais motivada em fazer exercício. Sinto que adquiri um hábito que me deixa completa.

Dia 12 é a Final Nacional do Passatempo Peso Vital. Vamos ver como corre. :)

É verdade! Já por várias vezes me pediram um post sobre alimentação. Está a ser preparado. Para a semana conto tudo!!

sábado, 5 de novembro de 2011

Fome emocional


Ontem quando cheguei à escola depois do treino estava morta. Nem forças tinha para arranjar o meu almoço, que agora levo sempre de casa. A minha vontade era comer qualquer coisa rápida e que não me desse muito trabalho.
Mas não o fiz. Fiz a minha salada com tomate, milho, cebola, atum e cogumelos, preparei a fruta e sentei-me a comer. Uma colega disse-me que não tinha paciência para logo de manhã ter que estar a pensar no que levar para o almoço. E fez-me uma pergunta que eu nunca tinha pensado conscientemente nela mas que me deixou curiosa em saber mais sobre o assunto. “Como tenho eu resolvido os chamados momentos de fome emocional”.

A fome emocional resume-se àqueles episódios momentâneos que muitos de nós temos, em que sem motivo aparente, ou aproveitando uma questão nervosa ou qualquer outra que nos surja, atacamos a despensa, o frigorífico… ou mesmo saímos de casa para comprar comida. Claro que me refiro a comida de absorção rápida… bolos, bolachas, gelados, guloseimas e afins.

Confesso que tinha muitos momentos destes antes… até demais a meu ver. Acho mesmo que até usava essa desculpa para me encher de porcarias. Logo a seguir sentia-me super mal-disposta tanto física como psicologicamente. Acontecia-me frequentemente à noite e ao fim de semana, principalmente quando estava sózinha. A comida era a minha companhia…

Hoje vejo que isto me acontecia essencialmente por dois factores… um deles tinha a ver com o facto de não comer nada de jeito durante todo o dia. Ou andava a petiscar porcarias o dia inteiro e quando chegava à noite tinha uma fome desmesurada, ou só tomava o pequeno almoço, e o almoço, estava a tarde inteira sem comer e quando chegava a casa atacava o que fosse rápido de mastigar e estivesse mais à mão. Como não me conseguia controlar, não parava de comer.
O outro factor é que eu utilizava a comida como recompensa de alguma coisa… sim eu sei que isto pode ser considerado uma desculpa para me empaturrar… mas eu sentia-me sozinha e “utilizava” a comida como companhia. E também sei que estava muito presa ao passado e aos problemas antigos. E parecia-me que a comida me compensava.

O problema é que estes episódios se repetiam cada vez com mais frequência… sem que eu me apercebesse disso. Sentia-me arrependida quando os tinha…mas no dia seguinte fazia de novo…

Como resolvo hoje em dia estes momentos?

Faço 7 refeições diárias. Não podem ser 3 refeições principais e 4 petiscos! Faço mesmo 7 refeições... páro, preparo o que tenho para comer e como com calma. Dizem vocês: "não tenho tempo para isso" ou " tinha de andar carregada de comida". Pois, eu ando carregada de comida. Entre as idas ao ginásio de manhã, seguir para a escola e depois à noite ir ao ginásio de novo, as únicas refeições que faço em casa são o pequeno almoço, o jantar e a ceia. As restantes levo-as comigo. 

Tenho uma rotina de exercício físico que me aliviou muito os episódios de stress emocional... o ginásio tem funcionado como uma lufada de ar fresco na minha vida. Faz-me bem ao corpo e ao espírito. Quando lá estou não penso nos problemas...quando saio de lá estou com o corpo cansado e a cabeça mais leve. Acreditem, aprendemos a relativizar as coisas e não damos importância a coisas que antigamente nos consumiam...

Por vezes, em casa se me sinto mais em baixo, ou começo a perceber que os "fantasmas" querem sair do armário, tento livrar-me disso ouvindo música (as músicas do rpm tem funcionado às mil maravilhas... ) e arrumando coisas em casa que habitualmente não mexemos (gavetas, fotografias, caixas de tralha, etc.). Acabamos por nos livrar de coisas que já não nos fazem falta e arrumamos os "fantasmas" também...

Comigo tem resultado. Em 6 meses só por uma vez que fui às bolachas do meu filho... comi 4 e fiquei de tal forma cheia de culpa que no dia seguinte fui ao RPM das 7.15!!! 

Agora muito a sério. Sei que não é fácil... mas não usem este argumento para comer... quando criei este blog foi para contar a minha história no Peso Vital. Mas hoje em dia gostaria que as pessoas o vissem como um espaço em que eu posso passar uma mensagem de vida equilibrada, de mudança de hábitos de vida e de que é possível mudar.



sexta-feira, 4 de novembro de 2011

O início

Hoje no clube deram-me um ficheiro com as fotos da primeira actividade outdoor do Peso Vital que fizemos, em Maio. Fiquei chocada quando me vi... estava assustadoramente redonda!!
Ainda pensei duas vezes antes de fazer este post. Mas o passado já lá vai, e aquilo que eu era nunca mais na vida quero voltar a ser por isso aqui fica o registo.







quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Tenho cá um feeling...

...que a pesagem desta semana não vai ser favorável aqui à Je... 

No Domingo pela primeira vez desde que comecei isto comi um prato de massa. Está bem que foi sem molhos e acompanhou com salmão e espinafres, mas parece que desde esse dia me sinto culpada. E depois os dois dias sem fazer exercício também não ajudaram em nada. 

Para a semana se verá... também agora o mais importante é a massa muscular. Estou a trabalhar para isso. Na 2ªfeira vou experimentar a aula do Boxe e algo me diz que vai doer... muito...

Entretanto amanhã treino de manhã e RPM à noite. Já tenho saudades de uma aula de Body Pump como deve de ser... mas com as mudanças de horários não consigo ter grandes hipóteses. :(
 A ver vamos se na 4ªfeira não tenho reuniões e consigo fazer a dobradinha RPM/Body Pump.

Acordar e pedalar!

Na semana passada atrevi-me a acordar cedo para ir ao RPM das 7.15. E fiquei fã! Porque fico logo desde cedo muito mais activa e alerta, parece que os sentidos despertam e o corpo reage melhor. Mas gostei principalmente da dinâmica desta aula. Pensava que chegava tudo meio a dormir e que seria uma aula mais calma, mas enganei-me... também, ingenuidade minha, quem é que consegue estar a dormir numa aula do Tiago! Mesmo sendo ela às 7.15!!!

Por isso hoje repeti a dose. E sempre que conseguir vou fazê-lo. Saí do ginásio às 8.45 com a sensação de estar pronta para tudo. Nada como gastar 800 kcal pela manhã para nos sentirmos vivas!!! Depois à noite repito a dose, mas a julgar pela aula de ontem o ritmo não é o mesmo. Mas tento fazer como me habituei... vou carregando ao meu ritmo.

Andei dois dias meio em baixo mas depois de um treino que incluiu saco de boxe e tudo, voltei a sentir-me viva!! 

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Nova Experiência

Hoje voltei aos treinos. Como é feriado e o ginásio fecha mais cedo (infelizmente,...) fui à hora do almoço para aproveitar a aula de Body Pump. Fiz 30 minutos de Total Body na elíptica e depois desafiei a Carina para ir fazer a aula comigo. Ela ficou meio à toa mas lá veio...

Era uma aula express, só de 30 minutinhos que passou num instantinho. Não tem as partes que mais gosto como bíceps, tríceps e ombros... Logo a seguir havia aula de Body Attack. Já me tinham desafiado, mas cada vez que via aquela aula e estava sempre toda a gente aos saltos, achava que não seria para mim. Mas como era só meia hora achei que era o dia de experimentar.

Realmente é saltos do príncipio ao fim! Senti-me completamente descoordenada mas gostei imenso!! Claro que andava à toa mas é uma questão de ir mais umas vezes e habituo-me. Uma coisa é certa... se em 30 minutos fiquei a pingar...numa hora não sei não. Vou repetir de certeza!!

Amanhã... treino com o Tiago!!!! Estou mesmo a precisar de uma valente tareia para recuperar estes dias!! E depois das reuniões TENHO que ir ao RPM! Os dois dias parada mostraram-me que estou muito diferente em termos do meu dia a dia. Não consigo estar muito tempo parada, nem em casa. Começo a sentir-me irritada e a precisar de gastar as energias. Sentar-me a ver tv é impensável... mesmo estar ao pc tem que ser por pouco tempo senão fico com nervoso miúdinho. E ver os testes durante muito tempo seguido também não consigo. Tenho que me ir mexendo para desanuviar...